O Grito e a Campanha NO ALCA

image037A Campanha Continental contra a ALCA estabeleceu os objetivos seguintes:

•  Bloquear a ALCA

•  Defender nossa soberania nacional

•  Mudar o modelo econômico de dependência externa

•  Construir uma alternativa de integração popular e soberana entre os povos americanos.

E mais, propôs como orientação geral para atingir estes objetivos:

•  Priorizar esta campanha -não considerá-la como uma atividade a mais.

•  Desenvolver as atividades como um processo permanente.

•  Estimular as lutas de massas.

•  Realizar um intenso trabalho de informação dirigido à base social e ao povo.

•  Vincular esta luta a outros componentes da estratégia do neocolonialismo (dívida, Plano Colômbia, Plano Puebla-Panamá e planos semelhantes, etc.).

Eixos de realização da Campanha

•  Conscientizar nossas bases, o povo, suas mentes e corações, sobre o perigo que significa a implantação da ALCA, para nossa sobrevivência enquanto povos independentes.

•  Realizar trabalho de base, de forma permanente para orientar e organizar o povo.

•  Realizar mobilizações de massas que superem os interesses corporativos, e ampliem a luta contra o modelo econômico em curso.

•  Realizar uma grande consulta popular , para que o povo decida. No Brasil se fará um plebiscito na semana de 7 de setembro de 2002 e nos outros países a consulta será feita no período de outubro a março dos 2003.

•  Realizar mobilizações antes e durante as reuniões dos governos sobre o tema.

•  Realizar lutas econômicas contra as empresa norteamericanas que representam este modelo.

•  Pressionar para a realização de um referendo oficial.

Em cada país, e no interior destes nas diversas regiões, buscar desenvolver todo tipo de atividades, como:

•  Monitoramento e acompanhamento das negociações oficiais.

•  Difusão da maior quantidade possível de informação.

•  Produção da maior quantidade possível de material didático sobre o tema.

•  Realização de debates e seminários de aprofundamento.

•  Campanhas com utilização dos meios de comunicação social.

•  Construção de alianças sociais, as mais amplas possíveis.

•  Aproveitamento de todos os eventos possíveis.

Como participar da Campanha

Contate os responsáveis da campanha nacional de seu país ou a Secretaria da campanha. Informe-se sobre a ALCA. Sensibilize suas bases e a opinião pública. Organize comitês locais da campanha. Participe na consulta popular. Organize eventos e mobilizações. Participe das Jornadas de Quito.